Skip links

Despejo de efluentes sem tratamento !

O simples ato de realizar o despejo de efluentes de forma incorreta, pode acarretar em terríveis consequências não apenas ao meio ambiente, mas também à saúde de toda a população.

É apenas em épocas de crises hídricas, que governo e mídia levantam a importância na economia de água por parte da população pública geral, como meio principal de evitar que ocorram o racionamento, ou até mesmo a falta de água por longos períodos. Acontece, o que pouco se fala, é que não é a população o maior consumidor de água potável do nosso país, na verdade esse título é do setor industrial, não apenas em nosso país, mas de todo o mundo.

Só para ter uma noção, pelo menos 20% do consumo de água potável do mundo ´´e realizado por indústrias. A grande questão, não é o alto consumo, que diante a produção se faz necessário, o grande problema é que grande parte da água que é utilizada por estas indústrias não retorna para o meio ambiente de forma adequada, ou seja limpa.

O que a falta de tratamento dos efluentes industriais pode causar em um primeiro momento?

E, é exatamente em momentos de crises hídricas que este fato vem ainda mais a tona, levando em consideração que o descarte incorreto de efluentes realizado pelas indústrias, obrigam que as concessionárias de saneamento realizam a captação de água em locais cada vez mais distantes, tornando os custos para a população ainda maiores.

De acordo com um estudo realizado pela fundação Getulio Vargas (FGV), a cada hora somente em São Paulo, pelo menos 100 milhões de efluentes compostos de resíduos tóxicos, são despejados em rios e lagos sem que ocorra o menor tratamento. Entre as substâncias encontradas nestes efluentes estão, manganês, alumínio e ferro. O que explica o número assustados divulgado pela Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental), que diz que 52% das águas monitoradas são contaminadas.

Em que o despejo incorreto de efluentes pode causar ao meio ambiente?

Todo o despejo desenfreado deste tipo de efluentes não tratados causam um terrível impacto aos mananciais, à todo o meio ambiente e também a população. Além disso, os gastos públicos com a reversão desta situação se tornam cada vez mais elevados. A ONU realizou um estudo que mostrou que em toda esta situação, os mais prejudicados são as pessoas que se encontram nas faixas de maior pobreza, que em grande número estão em contato com os mananciais poluídos. É importante destacar que essas águas poluídas, possuem em sua grande maioria dos tipos de resíduos, o orgânico, tanto animal como vegetal, ou seja de origem dos esgotos domésticos e agropecuários. E os biodegradáveis, aqueles que são destruídos de forma natural pelos micro organismos. O grande porém, é que todo este processo resulta no consumo quase que total do oxigênio presente na água, impactando diretamente na vida aquática.

Mas, além destes resíduos que se decompõem de forma natural, os efluentes descartados pelas indústrias também contém substâncias extremamente nocivas aos micro organismos, plantas e animais, o que torna a água imprópria para qualquer tipo de uso. Essas substâncias podem se manter boiando nas águas, como também podem se manter no fundo dos rios, lagos ou mares, de maneira que mantenham se inalteradas, impactando o equilíbrio do ecossistema aquático. Para os seres humanos, também existe um grande impacto, já que ao ingerir ou apenas entrar em contato com este tipo de água contaminada podem se expor a doenças graves, que podem levar a morte.

É preciso que os processos de tratamento, sejam realizados seguindo as normas da legislação ambiental, sendo assim uma empresa especializado no setor estará mais apta a ir de encontro com as normas, reduzindo os riscos de multa e penalizações severas. Existe uma proposta que vem causando debates, que a exigência de que empresas candidatas a financiamentos nos bancos, realizam o descarte de efluentes de forma correta. O objetivo, é crescer a consciência dos empresários sobre as graves consequências dos atos irresponsáveis tanto para o meio ambiente, como para toda a população.

E sua empresa, já realiza o despejo de efluentes de forma consciente? Se não, até quando pretende ser responsável pela degradação ambiental e social? Saiba como se tornar uma empresa consciente com a Werjen Evolução.

Deixe seu comentário

× Whatsapp